PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

sexta-feira, outubro 25, 2013

OLHA NÓS OUTRA VEZ NO PICADEIRO...(Ivan Lins)

25/10/2013
Olha eles aí de novo! 


:: Plácido Fernandes Vieira


Parece piada, mas não é. É escracho com os otários que pagam impostos para sustentá-los. Em vez de regras para inibir a bandalheira, instituir meios que permitam ao cidadão ter mais transparência sobre a atividade parlamentar e criar mecanismos mais eficazes de fiscalização sobre corruptos contumazes, a Câmara dos Deputados (o projeto vai voltar para o Senado) está aproveitando a tal da minirreforma política para avacalhar ainda mais o sistema.

Só faltou (toc, toc, toc! Vixe, ainda dá tempo!), arrombarem de vez os cofres do Tesouro ao financiamento “exclusivamente” (quem acredita nisso acredita em tudo!) público de campanha, como deseja o PT. 

Mas pintaram, bordaram e debocharam da cara do eleitor como havia muito não ousavam fazer publicamente. Decidiram, por exemplo, que o dinheiro do fundo partidário (bancado por nós, contribuintes) pode ser usado por eles do jeito que bem lhes convier. E, também, que o repasse não pode ser suspenso de forma nenhuma. Nem se o sujeito privilegiado com a bufunfa for flagrado no mais escabroso dos “malfeitos”.
Não é mole não. Depois que os black blocs de butique — que estranhamente nunca protestam contra nada de interesse do PT — expulsaram os brasileiros comuns das ruas, as excelências os congressistas, com raras exceções, se sentiram à vontade para tripudiar da tal voz rouca (e cega?) da sociedade. 


É um deboche inominável com os brasileiros que em junho cobraram ética na política, pediram cadeia para os mensaleiros e reivindicaram educação, saúde e transporte público de boa qualidade — segundo articulista chique com inclinações chapa-branca, não é de bom tom escrever que eles querem serviço público padrão Fifa. Da forma que as excelências agem, como agem e por que agem, fica a imprensão de que já está tudo dominado: 2014 servirá apenas para um passeio nas urnas sobre os descontentes. Será assim tão fácil? Extremamente fácil?

adicionada no sistema em: 25/10/2013 12:21

Nenhum comentário: