PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

segunda-feira, outubro 28, 2013

QUEM LÊ TANTA NOTÍCIA?

SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS

28 de outubro de 2013

O Globo

Manchete: Ameaça ao trabalhador - Fundo terá rombo de R$ 7,2 bi este ano
Gastos com seguro-desemprego e abono levarão a déficit recorde

Para 2014, resultado negativo previsto nas contas do FAT chega a R$ 9,3 bi. Especialistas culpam ainda fraudes

Com a disparada das despesas de seguro-desemprego e abono salarial, o Fundo de Amparo ao Trabalhador terá déficit recorde no ano, segundo fontes do Conselho do FAT. As contas devem fechar com resultado negativo de R$ 7,2 bilhões. Para 2014, o rombo previsto é de R$ 9,3 bilhões, o que exigiria mais aportes do Tesouro. Em dez anos, as receitas do FAT subiram 79%, mas os gastos cresceram até 325%, apesar do desemprego menor. Especialistas dizem que entre as razões estão ganhos do salário mínimo, que elevam despesas do seguro e do abono, rotatividade de trabalhadores e fraudes. (Págs. 1 e 21)
Roberto Carlos surpreende: Rei defende biografias não autorizadas
O cantor Roberto Carlos disse ontem ao "Fantástico" ser a favor de biografias não autorizadas, mas com ajustes. "Temos que conversar, discutir e chegar a uma conclusão que seja boa para todo mundo.” No entanto, contratou o escritório do criminalista Antônio Carlos de Almeida para defender o movimento Procure Saber. (Págs. 1, 6 e Ancelmo Gois)
Agressões reduzem apoio aos protestos (Págs. 1 e 4)

Kirchnerismo perde eleições legislativas (Págs. 1 e 26)

Educação – Enem: MEC vigiou 2 milhões de posts
Total de eliminados por postarem fotos do exame em redes sociais foi de 36, número que pode subir caso ministério identifique outras postagens. (Págs. 1 e 3)
Colunistas: George Vidor
Na contramão do PIB fraco, setores registram até 15% de crescimento. (Págs. 1 e 22)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Oposição avança na Argentina, diz boca de urna
Grupo político ligado a Cristina Kirchner amarga derrotas em grandes centros e terá maioria reduzida

Projeções divulgadas logo após o encerramento da votação de ontem indicam que a Frente para a Vitória, da presidente Cristina Kirchner, perdeu a votação para deputados e senadores nos centros mais importantes da Argentina, como Córdoba, Santa Fé, Distrito Federal e em várias outras partes da Província de Buenos Aires. Apesar do retrocesso nas urnas, Cristina deve preservar uma estreita maioria no Congresso, contando com aliados. Teria 132 cadeiras na Câmara Federal, três além das necessárias para aprovar projetos. A base aliada no Senado deve cair de 42 para 38 cadeiras, duas a mais do que o mínimo de votos para manter a maioria. (Págs. 1 e Internacional A8)

Carlos Fara
Analista político
“A dúvida é se, ao longo do tempo, não haverá deserção na base aliada"
Lei de Acesso à Informação ainda patina
Após quase dois anos da aprovação, apenas 16 Estados e 13 capitais regulamentaram a lei que permite à população o acesso a documentos oficiais que ajudariam a cobrar melhores serviços públicos. (Págs. 1 e Política A7)
PM quer isolar black bloc nas redes sociais
A Polícia Militar está publicando avisos em páginas do Facebook que organizam protestos de rua. A ideia é arregimentar a ajuda de manifestantes pacíficos e tentar isolar radicais, como os black blocs. (Págs. 1 e Metrópole A12)
Link: Marco civil
Regras para uso da web vão à votação na Câmara. (Págs. 1 e B12)
EUA reveem política para Oriente Médio (Págs. 1 e Internacional A10)

Lobista do caso Alston é indiciado na Suíça (Págs. 1 e Política A6)

Enem: redação surpreende candidatos
A redação do Enem, cujo tema era os impactos da Lei Seca, pegou de surpresa muitos candidatos e professores de cursinhos, que esperavam assuntos como pré-sal, manifestações e a visita do papa ao País. Matemática foi considerada a prova mais complexa. (Págs. 1 e A14)
Bernard Appy
Reforma do ICMS já

As medidas em discussão no Senado e no Confaz estão longe de ser as ideais, mas apontam para uma saída para o imbróglio atual. (Págs. 1 e Economia B2)
James Stavridis 
Tensão no Extremo Norte

O potencial de mineração e as reservas de petróleo e gás no Ártico vão criar novas discórdias. Como evitar que a região vire zona de conflito? (Págs. 1 e Internacional A9)
Notas & Informações
A ‘modulação’ dos precatórios

Voto de relator no STF está, ainda, longe de garantir pagamento da dívida em cinco anos. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Mulher é minoria no serviço público
Estudo da Enap mostra que, em 26 órgãos analisados, 54% dos servidores públicos são homens e predominam em sete ministérios — no Desenvolvimento Social, são 57%. Nos últimos 15 anos, a participação das mulheres cresceu pouco mais de 1%, Em 1998, representavam 44,14% do funcionalismo. Em 2013. o percentual subiu para 45,54%. Essas da foto ao lado são da Previdência, em que 55% são do sexo feminino. E não foi só o prestígio delas que ganhou relevância: em 10 anos, o percentual de funcionárias com cargos comissionados (DAS) cresceu, principalmente em categorias com remunerações mais altas. (Págs. 1, 8 e 28)
Enem: Participação recorde em dois dias de prova
Mais de 5 milhões de estudantes encararam os testes de olho numa vaga na universidade, a maior participação nos últimos 15 anos. O gabarito oficial sai dia 30 e o resultado, na primeira semana de janeiro. (Págs. 1 e 19)
Argentina: Cristina Kirchner terá oposição turbinada
Com saúde debilitada e sem um nome aliado definido para sucedê-la em 2015, a presidente vê adversários ganharem força depois do pleito para renovar parte do Legislativo. (Págs. 1 e 12)
Deputados fazem bico
Com agenda tranquila e sem pautas no Congresso, eles ganham mais tempo para trabalhar nos estados como médicos, advogados, empresários... (Págs. 1 e 2)
Diabetes, um mal que avança entre brasileiros (Págs. 1 e 15)

------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário: