PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

quinta-feira, fevereiro 19, 2015

NEGUINHO DA BEIJA-FLOR: 'AGRADEÇA À CONTRAVENÇÃO PELO CARNAVAL'

Carnaval

Neguinho da Beija-Flor: 'Agradeça à contravenção pelo Carnaval'

O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial
O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial (Mauro Pimentel/VEJA.com)
Intérprete da escola de samba Beija-Flor e um dos sambistas mais famosos do país, Neguinho da Beija-Flor afirmou que o dinheiro sujo organizou o Carnaval do Rio de Janeiro. A declaração foi dada ao vivo, por telefone, na manhã desta quinta-feira à Rádio Gaúcha, de Porto Alegre, do Grupo RBS, horas depois de a Beija-Flor conquistar seu 13º título no Rio. "Se não fosse a contravenção meter a mão no bolso, organizar, estaríamos ainda naquele negócio de arquibancada caindo, desfile terminando duas horas da tarde, cada escola desfilando duas, três horas e a hora que quer. E a coisa se organizou", afirmou. Em seguida, falou em tom irônico: "Se hoje temos o maior espetáculo audiovisual do planeta, agradeça à contravenção".

O cantor foi questionado sobre a controvérsia que envolveu o título da Beija-Flor deste ano. A escola homenageou Guiné Equatorial, país que vive em uma ditadura brutal há 35 anos, com financiamento oriundo, em parte, do governo do ditador Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, que teria captado 10 milhões de reais para a escola, segundo reportagem do jornal O Globo. Neguinho minimizou o fato, dizendo que a Europa tem histórico de exploração de negros, mas que comumente é celebrada nos desfiles. "Deixa falar. Deu mídia. Deixa falar". E emendou: "A Portela também teve um patrocínio muito forte. O governador do Rio de Janeiro, o Pezão, queria que a Portela ganhasse. Vai dizer que ele não fez investimento? O prefeito é portelense doente. Vai dizer que não colocaram dinheiro na Portela?".
Neguinho foi questionado em seguida sobre a contribuição de contraventores, como milicianos, donos de bancas do bicho e até de traficantes às escolas. Foi nesse momento que disse que o espetáculo do Carnaval se deve à contravenção. "Eu sou do tempo que desfile de escola de samba era a maior bagunça. Terminava duas, três horas da tarde. Chegou a contravenção e organizaram. Hoje eles batem no peito e dizem com o maior orgulho 'a maior festa audiovisual do planeta'. Agradeça à contravenção."
Foto 1 / 29
AMPLIAR FOTOS
O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial
O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial - Daniel Ramalho/VEJA.com
(Com Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário: