PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

terça-feira, fevereiro 10, 2015

QUEM LÊ TANTA NOTÍCIA?

SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS


10 de fevereiro de 2015

O Globo


Manchete : Petistas já boicotam ajuste fiscal de Dilma

PT apresenta emendas que mudam texto da presidente

Deputados e senadores do partido tentam derrubar alterações no seguro-desemprego e no pagamento de pensões a viúvas

Com popularidade em queda e dificuldades para unir a base aliada, a presidente Dilma enfrenta agora fogo amigo em seu partido. Defendido por ela desde a posse, o ajuste fiscal virou alvo de petistas, preocupados com sua imagem junto ao eleitorado. Das 435 emendas apresentadas até ontem à medida provisória que muda as regras de pensões e auxílio-doença, 66 são do PT, informa Fernanda Krakovics. Uma delas, da senadora e ex-ministra Gleisi Hoffmann (PT-PR), suprime mudança no cálculo das pensões. Na mesma linha, o deputado Vicentinho (PT-SP) quer manter as regras atuais para pensões a viúvas. À MP que muda o seguro-desemprego já foram apresentadas 201 emendas, 36 do PT. (Pág. 3)
Nada há contra a presidente, diz Cardozo

Com o governo em busca de estratégias para enfrentar o momento ruim, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, diz que “não há nenhum fato que indique que a presidente da República tenha qualquer envolvimento” no escândalo da Petrobras. Ontem, Dilma reuniu seis ministros mais próximos para discutir como enfrentar o escândalo e a queda na sua popularidade. (Págs. 3 e 4)
Mercado prevê PIB de 0% e inflação de 7,15%

Analistas do mercado revisaram novamente suas projeções e, agora, estimam que o PIB não terá crescimento este ano, segundo o Boletim Focus, do BC. A projeção média para a inflação aumentou para 7,15%, acima do teto da meta, que é de 6,5%. Segundo especialistas, o risco de racionamento de energia e de água provocou mais pessimismo com a economia, e já há quem projete queda de até 0,8% no PIB. (Pág. 21)
Com chuva, reservatório do Rio sai do volume morto

Com a ajuda das chuvas, o reservatório Paraibuna, o maior dos quatro que abastecem o Estado do Rio, teve um ligeiro aumento no nível de água para 0,08%, deixando de operar no volume morto, o que acontecia há três semanas. Ontem, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e o governador Pezão se reuniram para traçar um plano , com obras emergenciais, para minimizar os prejuízos da redução da vazão do Paraíba do Sul em quatro indústrias da região, entre elas a CSN. (Pág. 7)
Eduardo Cunha decreta - Aborto e regulação da mídia de fora

Novo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) descartou qualquer chance de a Casa votar propostas que flexibilizem o aborto. E disse que também não põe para votar regulação da mídia, defendida por parte do PT. (Pág. 5)
Ilimar Franco

O PSDB adota o ‘Fora, Dilma’

O PSDB decidiu apostar no impeachment da presidente Dilma. O líder no Senado, Cássio Cunha Lima, subiu à tribuna ontem para defender essa bandeira. Nas redes sociais, está sendo convocado um protesto nacional para 15 de março. A ideia é repetir junho de 2013 e levar milhões às ruas pedindo “Fora, Dilma”. O PT monitora e, de acordo com a dimensão, organizará atos em defesa do Estado de Direito e pela democracia. (Pág. 2)

Merval Pereira

Lula , a missão

Em recente conversa, o ex-presidente Lula disse a um interlocutor o seguinte: “Vamos ter que passar dois anos comendo merda, para depois tentar sair da crise. Mas nesse período tem que fazer política, e a Dilma não faz”. (Pág. 4)
Míriam Leitão

Recessão encomendada

O Brasil caminha para a recessão porque o governo cometeu sucessivos erros. Aumentou os gastos e produziu um enorme déficit ; reprimiu tarifas ; ignorou os alertas sobre a crise elétrica, permitindo que as empresas pegassem empréstimos para repassar aos preços. Agora é a hora do ajuste: a inflação subiu, a crise elétrica se agravou e os gastos têm que ser cortados. (Pág. 18)
Editorial

Ocupação do Estado foi a base do petrolão

A explosão do número de contratos fechados sem licitação confirma a intenção criminosa do esquema, e, mesmo assim, órgãos de fiscalização nada fizeram (Pág. 14)
------------------------------------------------------------------------------------

Zero Hora


Manchete : Conta da luz vai ficar de 37% a 66% mais alta

Consumidores pagarão mais em razão de reajustes anual e extraordinário do fim da ajuda do Tesouro às empresas e da alta na bandeira tarifária vermelha. Índice varia conforme a distribuidora. (Notícias | 6, 7 e 19)
------------------------------------------------------------------------------------

Brasil Econômico


Manchete : Conselheiro diz que governo trata Petrobras como ‘quintal’

Após perder a eleição para se manter como representante dos trabalhadores no Conselho da estatal, Silvio Sinedino atacou a atuação do governo na nomeação de Aldemir Bendine. “Ficamos sabendo do nome pela imprensa”. No seu lugar entrará um sindicalista apoiado pela CUT. (Pág. 8)
'Se a estatal for rebaixada, vai ficar ainda mais atraente'

O megainvestidor Mark Mobius, chefe da área de mercados emergentes da americana Franklin Templeton, não se assusta com a corrupção na Petrobras. “Acontece em todas as empresas e todos os países“. Ele diz que os brasileiros não confiam na estatal. “Para mim é hora de comprar”. (Pág. 20)
Crescimento - Mercado reduz ainda mais sua projeção

No relatório Focus divulgado ontem pelo Banco Central, a expectativa das principais instituições financeiras caiu de 0,03% para zero. Já para a inflação, a projeção foi elevada para 7,15%. (Pág. 9)
“CVM tem de agir de forma mais preventiva”

O presidente da Amec, Mauro Cunha, defende que a CVM se manifeste com mais frequência. Cunha é conselheiro da Petrobras e votou contra a nomeação de Aldemir Bendine. (Pág. 18 e 19)
Projetos para reforma política deixam novamente PT e PMDB em lados opostos na Câmara. (Pág. 4)


Mosaico Político

Gilberto Nascimento

MOVIMENTOS OPOSTOS NO PSB

Como partido, o PSB deixou claro que pretende manter sua independência em relação à gestão da presidenta Dilma Rousseff, sem filiados com cargos de confiança no governo. Mas a bancada do PSB quer que essa independência seja crítica, principalmente em relação aos sinais de crise econômica e às denúncias de corrupção. (Pág. 2)
Relatório D.C.

Rogerio Studart

O FED E O ESTADO ECONÔMICO DA UNIÃO

Nos últimos meses foram muitas as vezes que o mercado demonstrou acreditar numa mudança breve na política monetária norte-americana. Afinal, dizia-se, se há crescimento e baixo desemprego, não faz sentido em manter tão baixas as taxas de juros. Tudo indica que o banco central daqui, o Fed, não compartilha desta visão. (Pág. 7) 
O mercado como ele é...

Luiz Sérgio Guimarães

SUSTO COM REJEIÇÃO AO PACOTE

Os mercados de câmbio e juros futuros se retraem em meio ao fogo cruzado disparado de fora e de dentro. Internamente, foi pesado o golpe desferido pela pesquisa Datafolha de domingo sobre o ânimo dos investidores. (Pág. 21)
Ponto Final

Octávio Costa

MANDINGA DE TUCANO

(...) A agenda da presidente Dilma Rousseff para o feriado ainda não foi divulgada pelos assessores, mas no ano passado,ela preferiu se isolar com a família na praia de Inema, na Base Naval de Aratu, em Salvador. Talvez ela faça a mesma escolha este ano. Seria uma decisão bastante acertada. (Pág. 32)
------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo


Manchete : Governistas do Congresso ameaçam ajuste fiscal

Base aliada articula contra pacote anunciado pela equipe de Dilma

Congressistas da base governista se mobilizam contra as medidas anunciadas pelo governo Dilma Rousseff para poupar R$ 18 bilhões neste ano com a redução de direitos trabalhistas e previdenciários para reequilibrar as contas públicas. Parlamentares dos partidos que apoiam o governo Dilma foram os responsáveis por 65% das 620 mudanças sugeridas por senadores e deputados até esta segunda (9) nas duas medidas provisórias do pacote. As emendas visam amenizar restrições no seguro-desemprego, no abono salarial e na pensão por morte. A senadora Marta Suplicy (PT) protocolou nove alterações e criticou as MPs. O PC do B fechou questão contra elas. Também vieram mudanças de PMDB, PSD, PP, PDT, PR, Pros, PRB e PTB. Para aliados, a queda na popularidade de Dilma facilita as negociações. Há espaço para dialogar, disse o deputado José Guimarães (PT), líder do governo. (Poder A4)

Mercado prevê PIB zero e estouro de contas em 2015

O país terminará este ano com a economia estagnada, com a inflação acima de 7% e sem que o governo cumpra a meta fiscal anunciada por Joaquim Levy (Fazenda). Esse é o cenário traçado por economistas na mais recente sondagem feita pelo Banco Central. Pela primeira vez, projetam variação zero para o PIB de 2015. Os analistas revisaram de 1,15% para 1% do PIB a projeção de superavit do setor público, abaixo da promessa do ministro de 1,2%. A previsão para o IPCA (índice oficial de inflação) continua subindo e chegou a 7,15%. Já as estimativas para os anos seguintes recuaram, mas estão acima do esperado pelo governo. (Mercado B1)
Novo presidente da Petrobras tentará acalmar acionistas

O novo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, conversará nesta semana com investidores nacionais e internacionais para tentar tranquilizá-los sobre os rumos da estatal. Com o escândalo de corrupção, a companhia não obteve um balanço auditado, afetando sua imagem. Bendine dirá que os acionistas lucrarão mesmo assim. (Mercado B
Para melhorar imagem, Dilma recorrerá a Lula

Em meio à pior crise se imagem de um governo do PT, Dilma buscará a ajuda de Lula e do marqueteiro João Santana para afinar estratégia de recuperação da popularidade. As reuniões devem ocorrer nesta semana. Para tentar reverter os números apurados pelo Datafolha, a presidente quer finalizar rapidamente o pacote de medidas anticorrupção. (Poder A5)

Nova reserva de água é localizada no Cantareira

O governo paulista encontrou uma nova reserva de água abaixo do nível atual de captação do Cantareira, o sistema com a situação mais crítica entre os que abastecem a Grande SP. Ainda será calculada a quantidade de água dessa reserva e , caso se comprove que é tecnicamente viável explorar o local, ela representará a quarta cota do volume morto. Está em uso hoje a segunda cota. (Cotidiano C1)

Nota de aluno do 5° ano melhora na rede estadual de SP

As notas dos alunos do 5° ano do ensino fundamental melhoraram em matemática e português no ano passado nas escolas estaduais paulistas, segundo o Saresp, exame aplicado pelo governo de São Paulo. Já as do ensino médio praticamente
estacionaram em nível abaixo do adequado. (Cotidiano C3)

Carlos Heitor Cony

Sinceramente acho que Dilma não sabia de nada (Opinião A2)
Editoriais

Leia "Todos iguais", sobre queda do número de simpatizantes do PT, e "Nigéria em crise", a respeito de adiamento das eleições no país africano. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário: