PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

sexta-feira, março 06, 2015

QUEM LÊ TANTA NOTÍCIA?

SINOPSES - RESUMO DOS JORNAIS


06 de março de 2015

O Globo


Manchete: PMDB isola PT na CPI; lista de Janot tem oito senadores

Procurador-geral pediu ao STF inquéritos contra 45 parlamentares

Ministério Público já decidiu também que enviará ao STJ, provavelmente na semana que vem, pedidos de investigação sobre dois governadores: Pezão, do Rio, e Tião Viana, do Acre

Com autorização do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), determinou a criação de quatro sub-relatorias e entregou uma delas para o PSDB. Na prática, a manobra isolou o PT e enfraqueceu o trabalho do relator, o petista Luiz Sérgio. Os sub-relatores irão funcionar de maneira autônoma e paralela ao petista. A criação de sub-relatorias causou bate-boca e troca de acusações na CPI. Oito senadores com mandato (10% do total) estão confirmados na lista de 45 parlamentares contra os quais o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF): Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Humberto Costa (PT-PE), Romero Jucá (PMDB-RR), Edison Lobão (PMDB-MA), Ciro Nogueira (PP -PI) e Fernando Collor (PTB-AL), além do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O procurador-geral também pedirá abertura de inquéritos no STJ contra os governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e do Acre, Tião Viana (PT). (Págs. 3 a 6)
AGU: ‘Resgate reputacional’ de empreiteiras

No mesmo dia em que se reuniu como presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, defendeu ontem o “resgate reputacional” das empreiteiras investigadas pela Lava-Jato. Na conversa, Adams tratou da manutenção de empréstimos para o grupo de empresas. (Pág. 7)
Investigado, Renan ataca procurador

Presidente do Senado diz que Janot está “em processo de reeleição” e se queixa por não ter sido ouvido. (Pág. 4)
Pente-fino da Receita atinge 322 envolvidos

A Receita Federal investiga 322 envolvidos, entre empresas e pessoas físicas, no esquema da Lava-Jato. (Pág. 7)
Dólar supera R$ 3 e turistas miram Europa

As dúvidas sobre o ajuste fiscal fizeram o dólar comercial subir mais 1,04%, a R$ 3,011. Pesou na alta a decisão do BC europeu de injetar € 60 bilhões por mês na região. O euro caiu, e a diferença da cotação para o dólar é a menor desde 2003. Viajar para Paris já está mais barato do que ir a Nova York, por exemplo. (Pág. 19)
Saques na poupança batem recorde

Os resgates superaram os depósitos em R$ 6,2 bilhões em fevereiro. Com orçamento apertado pela inflação, as famílias se desfiz eram de economias. (Pág. 21)
Produção de carros cai e ameaça emprego

Montadoras tiveram queda de 28,9% em fevereiro, e setor fechou 2.200 vagas este ano. Consultores veem risco a outros 15 mil empregos. (Pág. 23)
MST destrói mudas de pesquisas genéticas

Com rostos cobertos por lenços, cerca de 500 mulheres ligadas ao MST invadiram ontem uma empresa em Itapetininga, no interior de São Paulo, e destruíram milhares de mudas de eucaliptos mantidas para pesquisas genéticas há cerca de 14 anos. O ato foi filmado pelo grupo. As mulheres quebraram as estufas da empresa e picharam o local. (Pág. 8)
O PT não é mais aquele

O desespero tomou conta dos petistas. Eles não veem capacidade de o Planalto virar o jogo. Apesar do esforço de seus operadores, o clima na base aliada é de insubordinação. A Operação Lava-Jato e a lista Janot tiraram a iniciativa do PT e reduziram sua capacidade de intervir na luta política. Esses petistas dizem que, para reagir, o governo depende de uma improvável reviravolta na economia. (Pág. 2)
A judicialização da política :: Merval Pereira

Questão jurídica que cria problemas políticos é o que não falta no país nos últimos tempos. A razão da citação à presidente Dilma nos documentos enviados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que aparentemente poderia ser dispensável, seria que Janot entendeu que ao enviar ao ministro Teori Zavascki, relator no Supremo Tribunal Federal (STF) da Operação Lava-Jato, o teor das delações premiadas para serem homologadas, o assunto teria sido judicializado, e mereceria explicações a Zavascki no momento em que pediu a abertura de investigações sobre 54 pessoas. (Pág. 4)
Trimestre difícil :: Míriam Leitão

A inflação do primeiro trimestre será a pior do ano. Significa que no meio de todas as más notícias que o governo deu aos brasileiros neste início de 2015, e dos conflitos no Congresso, estamos agora atravessando a zona de turbulência. A grande responsável pela inflação do trimestre é a energia elétrica. Os preços administrados chegarão quase a 9,5% só nos primeiros três meses. Irão a 13,5% no ano. (Pág. 20)
Editorial

É necessário o remédio amargo dos juros

Ao elevar mais uma vez as taxas de juros, o Copom espera criar uma barreira que evite a contaminação dos demais preços por aumentos recentes, e que foram inevitáveis (Pág. 16)
------------------------------------------------------------------------------------

Zero Hora


Manchete: Servidores reagem, mas Piratini admite atrasos

Sindicatos dizem que funcionalismo não pode ser prejudicado por crise que, segundo líder do governo na Assembleia, pode se agravar já em março. (Notícias | 10 e 12)
Dedos em riste na CPI

Comissão que investiga a corrupção na Petrobras teve bate-boca e decisão de não ouvir empreiteiras da Lava-Jato. (Notícias | 6 e 7)
Mulher ganha 24,6% a menos do que o homem (Sua Vida | 39)


Os caminhos do Planalto para melhorar as contas

Dificuldade com o Congresso deve fazer governo buscar saídas (Notícias | 8)
Crise leva dólar para mais de R$ 3

Com quarta alta consecutiva, valor é o maior em 11 anos (Sua Vida | 40)
------------------------------------------------------------------------------------

Brasil Econômico


Manchete: Juro alto não segura inflação, nem atrai investidor externo

A escalada recente do dólar, que ontem fechou a R$ 3,01, consome o ganho que o capital estrangeiro poderia obter com as taxas de juros crescentes do país. Para os fundos, buscar a proteção no câmbio custa cada vez mais caro, por isso, há a expectativa de saída do país. A crise política colabora para esta percepção. E os juros altos não são capazes de trazer a inflação para dentro da meta. Segundo o Bradesco, isso só ocorrerá em 2017. (Págs. 19, 20 e 32 Octávio Costa)
Destempero marca início da CPI

Em meio à gritaria de parlamentares exaltados, a abertura da CPI da Petrobras foi marcada pelo bate-boca. O deputado Edimilson Rodrigues (PSOL-PA) chamou o presidente da Comissão, Hugo Motta (PMDB-PB) de moleque. (Pág. 3)


Energia - Distribuidoras há 6 anos sem cumprir meta

Os brasileiros ficaram, em média, 17,61 horas sem luz no ano passado. Embora seja um resultado melhor do que ode 2013, ainda está abaixo do limite estipulado pela Aneel. O indicador de frequência de interrupções está na meta. (Pág. 9)
Embraer - Lucro caiu 60% no 4º trimestre

Com receita estável em 2014, o caixa líquido da companhia ficou negativo, em boa parte devido ao atraso de pagamento do governo para o desenvolvimento do cargueiro KC 390. No ano, o lucro subiu 2%, ficando em R$ 796,1 milhões. (Pág. 12)


Esforço concentrado contra novos partidos

PEC do PMDB no Senado endurece ainda mais as regras aprovadas na Câmara para criação de legendas. Apoio do Planalto a novo partido de Kassab acirrou mobilização (Pág. 3)
Mosaico Político :: Gilberto Nascimento

JANOT PEDE APOIO A COLEGAS

O procurador-geral da República,Rodrigo Janot, acredita que será alvo de críticas duras quando forem divulgadas as listas de pedidos de arquivamento e de investigação contra políticos com foro especial em razão do cargo. (Pág. 2)
Sintonia Fina :: Julio Gomes de Almeida

O DESASTRE DA EXPORTAÇÃO

Os dados fechados para 2014 mostram o estado a que o país chegou na exportação industrial. Os resultados da pesquisa feita pelo Iedi a partir de uma classificação da OCDE para produtos da indústria de transformação são um bom ponto de partida para uma análise por parte dos formuladores de nossa política econômica. (Pág. 7)
O mercado como ele é... :: Luiz Sergio Guimarães

ESTRANGEIRO PULA DO BARCO

O Banco Central Europeu (BCE) vai a partir de segunda-feira imprimir 60 bilhões de euros por mês até setembro de 2016 para recomprar títulos soberanos por taxas de retorno que podem até ser negativas, desde que não inferiores ao -0,2% “pago” por ele aos bancos que insistem em deixar dinheiro nos seus cofres. (Pág. 19)
Ponto Final :: Octávio Costa

INFLAÇÃO NA META SÓ EM 2017

Parceiro do ministro Joaquim Levy, na tarefa de dar um tranco na economia, o Banco Central fez exatamente o que se previa na reunião do Copom: elevou a taxa Selic para 12,75%. (Pág. 32)
------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo


Manchete: Para Levy, volta do crescimento exige rapidez em ajuste

Ministro da Fazenda descarta reduzir meta de superavit e agora diz que desoneração da folha ainda é importante

O ministro da fazenda, Joaquim Levy, pediu rapidez na definição das medidas de ajuste fiscal no Congresso ao destacar a gravidade da situação financeira do país. No entanto, afirmou que "o Brasil não está doente". A declaração ocorre em meio à crise política com aliados do governo e à piora de indicadores econômicos. O ministro defendeu suas medidas numa comparação indireta com o regime da presidente Dilma. Para ele, "dieta efetiva requer comer menos e melhor". Assim, disse, "resultados aparecem" apesar do ceticismo de alguns. Levy agora afirma que a desoneração da folha ainda é importante para alguns setores da economia. (Mercado B1)
Governadores do Rio e do Acre estão na lista da Procuradoria

A Procuradoria-geral da República enviará ao Superior Tribunal de Justiça pedidos de investigação sobre eventual atuação dos governadores Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ) e Tião Viana (PT-AC) em casos apurados pela Operação Lava Jato. Eles negam irregularidade. Avisado de que estaria na lista enviada ao STF, o senador Lindbergh farias (PT-RJ) disse que "vai para cima" para provar inocência. (Poder A5)
Alvo da Lava Jato, Renan critica ações de Janot no caso

Incluído na lista de possíveis investigados na Lava Jato, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), criticou o Ministério Público Federal. Para ele, a Procuradoria deveria ter ouvido os políticos suspeitos. (Poder A4)
Após nove meses com Mais Médicos, 49% das prefeituras reduziram equipes (Cotidiano C4)


Petistas debatem pacto político que inclua PSDB :: Mônica Bergamo

Dirigentes e ex-ministros petistas debatem a ideia de a presidente Dilma Buscar um pacto diante da deterioração política e da crise econômica. Haveria um esforço para incluir o PSDB. (Ilustrada E2)
Brasil pressionará Venezuela para que eleições ocorram mesmo com crise (Mundo A8)


Governo une as duas condições que levam a vaca para o brejo :: Marta Suplicy

Em política existem duas coisas que levam a vaca para o atoleiro: e negação da realidade e trabalhar com a estratégia errada. O governo recém-empossado conseguiu unir as duas. A estratégia de culpar FHC não faz sentido. O povo, de todas as classes, está ficando irritado. (Opinião A2)
Editoriais

Leia "Oportuno e oportunista", sobre rejeição de medida provisória no Congresso, e "A dengue no quintal", a respeito de aumento de casos da doença. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário: