PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

sábado, dezembro 12, 2015

EDITORIAL: Delcídio do Amaral será transferido para quartel da PM


Delcídio do Amaral será transferido para quartel da PM

Preso por tentar atrapalhar a Lava Jato, o senador vai deixar a carceragem da PF em Brasília

Por: Laryssa Borges11/12/2015 às 23:01

O senador Delcídio Amaral (PT)
O senador Delcídio do Amaral foi preso por tentar obstruir a Lava Jato(VEJA.com/Folhapress)
Por decisão do ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Delcídio do Amaral, que recentemente teve a filiação do PT suspensa, será transferido da Polícia Federal, em Brasília, para o quartel da Polícia Militar do Distrito Federal. Delcídio foi preso no último dia 25 por ordem do próprio STF após suspeitas de que estivesse obstruindo as investigações sobre o escândalo do petrolão.
No início da semana, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou denúncia contra o senador e contra o banqueiro André Esteves, que recentemente deixou o controle do BTG Pactual. Eles são suspeitos de boicotar as investigações da Operação Lava Jato e agora foram formalmente acusados, ao lado do advogado Edson Ribeiro e do chefe de gabinete Diogo Ferreira, de embaraçar investigação de ação penal que envolve organização criminosa, que prevê até oito anos de prisão, e de terem praticado o crime de patrocínio infiel, cuja detenção pode chegar a três anos de reclusão. O Ministério Público também denunciou Delcídio, Edson Ribeiro e Diogo Ferreira pela prática de exploração de prestígio, cuja pena máxima chega a cinco anos de prisão.
Os indícios são de que os quatro atuaram para impedir um acordo de delação premiada do ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró, preso desde o início do ano por ordem do juiz Sergio Moro. A delação de Cerveró acabou ocorrendo, mas os indícios de que Delcídio está envolvido no escândalo do petrolão não se resumem às informações do novo delator. Nas investigações, o nome de Delcídio foi mencionado pelo delator Fernando Baiano, que afirmou à força-tarefa da Lava Jato que o líder do governo teria recebido até 1,5 milhão de dólares em propina na negociação da refinaria de Pasadena, no Texas. O dinheiro sujo teria sido utilizado na campanha de Delcídio ao governo do Mato Grosso do Sul, em 2006.

Nenhum comentário: