PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

sexta-feira, fevereiro 05, 2016

Pedro Taques ensinou como deve agir um oposicionista sem medo


05/02/2016 às 19:35 \ Direto ao Ponto

Com três frases, Pedro Taques ensinou como deve agir um oposicionista sem medo

O volume de aparições de Lula na propriedade rural cujo dono oficial é um amigo do filho inspirou ao governador de Mato Grosso, Pedro Taques, um comentário de antologia: “Lula foi 111 vezes para o sítio em Atibaia. Minha mãe mora aqui do lado e não fui tantas vezes visitá-la. Devo ser mesmo um filho desnaturado”.

Perfeito. Como costuma lembrar o empresário Pedro Neves, que também mora em Cuiabá, a ironia fina é uma forma superior de inteligência. Com três frases, o matogrossense recém-filiado ao PSDB desmoralizou a conversa fiada de Lula ─ e ministrou uma aula de oposição ao partido que ainda enxerga no ex-presidente fora da lei um estadista inimputável.

Governantes eleitos por brasileiros antipetistas qualificam de “relações republicanas” as sucessivas demonstrações de tibieza e subserviência que marcam seu comportamento nos encontros com os poderosos farsantes. Sem ferir nenhuma das normas que regem o convívio entre contrários nas democracias adultas, Pedro Taques jamais perde alguma chance de reiterar que luta pelo fim da Era da Canalhice.

Oposição é isso, diria Millôr Fernandes. O resto é armazém de secos e molhados.






Tags:

Nenhum comentário: