PENSAR "GRANDE":

***************************************************
[NÃO TEMOS A PRESUNÇÃO DE FAZER DESTE BLOGUE O TEU ''BLOGUE DE CABECEIRA'' MAS, O DE APENAS TE SUGERIR UM ''PENSAR GRANDE''].
***************************************************


“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo...” (Abraham Lincoln).=>> A MÁSCARA CAIU DIA 18/06/2012 COM A ALIANÇA POLÍTICA ENTRE O PT E O PP.

----

''Os Economistas e os artistas não morrem..." (NHMedeiros).

"O Economista não pode saber tudo. Mas também não pode excluir nada" (J.K.Galbraith, 1987).

"Ranking'' dos políticos brasileiros: www.politicos.org.br

=========
# 38 RÉUS DO MENSALÃO. Veja nomes nos ''links'' abaixo:
1Radio 1455824919 nhm...

valor ...ria...nine

folha gmail df1lkrha

***

segunda-feira, setembro 05, 2016

Violência de milícias está danificando ainda mais a imagem do PT

Violência de milícias está danificando ainda mais a imagem do PT


barulho-04-ie


Uma matéria intitulada “Barulhos fora de hora”, da Istoé, explica como o uso de milícias para a prática de violência contra o povo pode danificar ainda mais a imagem do PT.  A estratégia se baseia – conforme declaração dos chefes de facções da CUT, MST e MTST – “levar o caos às ruas”.
A matéria diz: “É desejável, em uma sociedade democrática como a brasileira, que organizações de todas as matizes ideológicas possam se manifestar livremente, mas a violência não deve ser admitida em hipótese alguma. Não se pode aceitar que, em nome de um projeto de poder cassado de forma legítima, seus militantes reproduzam com atos descabidos a cólera dos discursos políticos, como o realizado pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), que chegou ao absurdo de afirmar que a saída de Dilma Rousseff levaria a uma guerra civil e recomendou à população: ‘entrincheirem-se. O conflito será inevitável.’ Para um País que precisa de pacificação, o barulho não poderia vir em hora tão inoportuna.”
Como as milícias perderam uma milionária fonte de renda – com o fim do projeto totalitário de poder do PT – estão apelando ao discurso do medo. O MST ganhou R$ 152 milhões no primeiro mandato petista. Já o MTST levou mais de R$ 80 milhões do programa “Minha Casa, Minha Vida”.
Alexandre Conceição, do MST, disse: “Os movimentos do campo iniciarão, a partir dos próximos dias ou das próximas horas, ocupações de terras, de latifúndios”. Guilherme Boulos, do MTST, chegou ao cúmulo de adotar o discurso de atacar a soberania do Congresso Nacional: “Não reconhecemos no Senado a legitimidade para decidir os destinos do País. A resistência seguirá nas ruas”.
A estratégia do ódio parece não estar funcionando. A matéria mostra que, no meio sindical, a CUT viu reduzida a taxa de representatividade da central entre os trabalhadores quanto ao índice que demonstra o número de sindicatos e trabalhadores sob a sua bandeira: caiu de 38,3% para 34,4%, segundo o Ministério do Trabalho.
A tática atual das milícias é obsoleta, uma vez que com o alto número de smartphones, as pessoas se comunicam rapidamente. Por exemplo, um profissional humilde que esteja parado no trânsito pelas manifestações já pode mandar uma mensagem via whatsapp, explicando que não conseguirá chegar ao emprego por causa de manifestações petistas.
Mesmo que a Mídia Ninja – financiada pelo bilionário George Soros – faça imagens, com edições, para beneficiar os atos de vandalismo, eles não conseguem controlar o fluxo de informações. Pessoas independentes podem filmar as depredações, o que será automática propaganda negativa contra as milícias.
Tecnicamente, o uso de milícias para atacar o povo só tem uma taxa de sucesso em países que implementaram o bolivarianismo até o fim, como Equador, Bolívia e Venezuela, onde os grupos podem agredir a população – eles chegam a chicotear opositores do regime no país de Evo Morales e estuprar opositores com baionetas na Venezuela – por que a mídia está censurada, o que não acontece no Brasil.
As imagens do terror lançado pelas milícias bolivarianas contra a população estão danificando seriamente a imagem não apenas do PT, como das facções que apoiam o partido.

https://jornalivre.com/2016/09/04/violencia-de-milicias-esta-danificando-ainda-mais-a-imagem-do-pt/

Nenhum comentário: